terça-feira, 28 de Outubro de 2014

Esparguete Slim Pasta com camarão e legumes, polvilhado de requeijão Azeitonas Pretas da Saloio




Uma massa que de massa não tem nada! Pelo menos não da forma a que estamos habituados.

Recebi a Slim Pasta por parte da Sovex e fiquei muito curiosa com esta massa, é feita com fibra de aveia e farinha de konjac e possui menos calorias que a massa que conhecemos.
Mais em baixo dispõem de informação se quiserem saber mais à cerca desta massa e da Sovex.



Ingredientes:

1 embalagem Slim Pasta Esparguete
1 ramo de bróculos (só usei os ramos pequenos, o restante congelo para a sopa)
100 gr de camarão congelado (pequeno)
200 gr de ervilhas
especiarias a gosto (usei caril em pó, cominhos em pó)
sementes de mostarda (1 colher de café)
1 caldo vegetal da Casa Santiveri
requeijão do Campo - Azeitonas Pretas, da Saloio
1 dente de alho
azeite q.b.
sal q.b.




Aspecto do Requeijão do Campo com Azeitonas Pretas, que recebi da Saloio.
Ao natural sabe muito bem, fica bom também como entrada de uma refeição.


Preparação:

Num tacho, ou wook, coloca-se as ervilhas a cozer com água e 1 cubo de caldo vegetal.


Retire a massa da embalagem e passe por água da torneira. Deixe a escorrer.




Depois das ervilhas cozidas, retire-as e no wook coloque o azeite e o alho picado, deite as sementes de mostarda e deixe-as estalar, para abrirem.
Junte o camarão e os bróculos e deixe cozinhar.
Polvilhe com especiarias a gosto e sal.




De seguida junte a massa, as ervilhas e envolva tudo.
Desfaça em pedaços 2 fatias do requeijão do campo.
Sirva de imediato.



Eu ainda coloquei mais 2 fatias de requeijão :-)





Sovex - Com o lema "Seja Saudável", a Sovex tem comercializado, em exclusivo e em estreita colaboração com as suas representadas de elevado prestígio no mundo da dietética e da nutrição, especialidades de qualidade extra nos ramos da alimentação, dos suplementos alimentares e da cosmética.

Site da Empresa - http://www.sovex.pt
Página do Facebook - https://www.facebook.com/sovex.pt

gama de Produtos Slim Pasta - http://www.sovex.pt/produtos/?filtering=1&filter_product_brand=104




Saloio - Em plena região Saloia a Queijo Saloio começou por ser uma pequena exploração agrícola onde o proprietário transformava, de modo artesanal, o leite do seu próprio rebanho em deliciosos queijos regionais. Dizia ele “de um bom leite se faz um bom queijo”, produzindo o seu queijo segundo os métodos artesanais cuja origem se perde na memória das gentes da região.
Mais de quatro décadas depois, a arte de produzir queijo regional de qualidade e tradição continuam a ser os pilares da Saloio. Todos os dias pomos o mesmo cuidado na selecção dos leites – de vaca, cabra e ovelha – no processo de coagulação e cura, aliando a tradição à tecnologia, o que nos permite assegurar a higiene e segurança dos nossos produtos. Embora continue fiel aos valores Tradição e Confiança, a Saloio aposta claramente na componente Inovação para desenvolver novos produtos que vão ao encontro das necessidades dos consumidores.


gama de produtos Requeijão do Campo - http://www.queijosaloio.pt/destaque-2/

segunda-feira, 27 de Outubro de 2014

O polme perfeito para fritar peixe




O post de hoje é uma sugestão de um polme delicioso para peixe. Em carne, como bifinhos de frango ou perú não acho que fique bem.

Eu vi este polme num post partilhado pela Luísa Alexandra, na semana passada. Nesse dia eu tinha descongelado filetes de pescada e foi mesmo com este polme que os fui fazer. O peixe ficou muito suculento! Aproveitei e também fritei uns cogumelos com este polme.



Ingredientes:

500 gr e filetes de pescada
1 limão
2 dentes de alho
farinha q.b. (idealmente com farinha de milho, mas eu não tinha)
leite q.b.
sal q.b.

1 ovo


Preparação:

Com pelo menos 1h de antecedência tempera-se os filetes.
Temperei com raspa de limão, sal, alho picado, o leite e sumo de limão.

No momento de iniciar a preparação, retiro os filetes e deixo-os em cima de papel absorvente.



Separamos a clara da gema.
Batemos a clara em castelo com uma pitada de sal.
Juntamos a gema e envolvemos bem.
Ficando com este aspecto:




Colocamos uma frigideira, ou um tacho, com óleo ao lume.
Coloca-se um pouco de farinha num prato. Passamos os filetes pela farinha e de seguida pelo polme.
Levamos a fritar no óleo, quando estiver bem dourado num dos lados, viramos para fritar do outro.
Repetimos o mesmo processo também para os cogumelos.



Deixa-se por cima de papel de cozinha para absorver o excesso de óleo.



 Servi acompanhado com uma salada de Tomate, Figos e Mozarela.


Prego no prato com Esparregado de nabiças



Cá em casa estamos divididos entre a carne e o peixe, eu e o Pedro gostamos muito de peixe, já o meu marido e a Sara adoram carne. Por isso ao longo da semana tento equilibrar os gostos, seja carne ou peixe, fazem falta na nossa alimentação!

Como chegou o tempo das Nabiças tenho-as utilizado bastante, seja em sopa ou em esparregado que tanto gostamos.

Fica então a sugestão para hoje!


Ingredientes para os pregos:

4 bifes de vaca fininhos (no talho peço mesmo para pregos)
4 dentes de alho
1/2 copo de vinho branco
1 colher de sopa de banha de porco
3 colheres de sopa de azeite
1 colher de sopa de mostarda
2 folhas de louro
Jalapeno em fatias, q.b. (opcional)
sal q.b.

Preparação:

Num frigideira colocamos a banha e o azeite, juntamos os alhos laminados e as folhas de louro.
Quando o alho começar a amolecer, juntamos os bifes e deixamos fritar ligeiramente de ambos os lados.
Adicionamos os restantes ingredientes e deixa-se cozinhar.



Ingredientes para o Esparregado de Nabiças:

1 molho de nabiças
2 dentes de alho
3 colheres de sopa de azeite
sal
3 colheres de sopa de farinha
1 copo de leite (cerca de 100 ml)

Preparação:

Numa panela com água a ferver e sal, cozemos as nabiças (lavadas e cortadas).
No final retira-se as nabiças e reserva-se.

Num tacho colocamos o azeite e os dentes de alho laminados, quando estão dourados (não deixe queimar), juntamos a farinha e mexemos muito bem.
Juntamos as nabiças e envolvemos bem. Vamos deitando o leite e mexendo, vá controlando a quantidade de leite que adiciona consoante a espessura do esparregado que mais prefere.

Verifique os temperos e sirva.


quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

Doce de Tomate com flor de Aniz - e a importância dele na minha vida



O que dizer sobre o Doce de Tomate???

É um doce que cresceu comigo, a par da Marmelada, era o que a minha avó Suzete fazia após terminarem as searas do tomate.
Eu estava de férias no Ribatejo, na altura as aulas só iniciavam em Outubro, portanto ainda tinha muitos dias de férias pela frente, entre banhos no tanque, cozer o pão no forno aos sábados bem cedo, dar mergulhos no rio Tejo e dormir umas belas sestas na casa da árvore (será que ainda existe??). Com tudo isto, assim que o tractor chegava à porta da serventia da casa carregado de tomate, eu sabia que íamos ter doce de tomate!!

Bons tempos, muito bons mesmo!
Para mim comer uma colher de Doce de Tomate caseiro é regressar atrás no tempo e recordar tudo isto!


Este foi o Doce de Tomate que utilizei no Cheesecake que publiquei ontem.




Ingredientes:

1 kg de tomate (bem maduro)
700 gr de açúcar branco
1 flor de aniz (aniz estrelado)
1 casca de limão


Preparação:

Lavamos o tomate e retiramos-lhe a pele.
Num tacho largo, colocamos o tomate em pedaços (eu não retiro as sementes), o açúcar, o limão e o aniz.
Quando ferver, reduduz-se o lume e tapa-se o tacho com a tampa, deixando entreaberta.
Dependendo do tipo e qualidade do tomate, pode demorar mais ou menos tempo a ficar o doce pronto. Este que fiz demorou 1h para chegar ao Ponto de Estrada.

Não era muita quantidade, por isso nem utilizei frascos. Coloquei em tigelas pequenas, umas ofereci e outras fomos gastanto cá em casa. Já nem há!



Nota: o Ponto de Estrada é atingido quando colocamos o doce sobre um prato, passamos a colher de pau e este separa-se, ficando uma "estrada/caminho" bem definido.

terça-feira, 21 de Outubro de 2014

Cheesecake com Doce de Tomate - Bimby Thermomix



Já aqui confessei que tenho receio de fazer sobremesas que levem folhas de gelatina, aliás, eu não sou adepta de sobremesas que tenham muitos passos de execução. Gosto que sejam práticas! Mas dizia eu que as folhas de gelatina me assustam, isto porque algumas sobremesas que tentei fazer com este ingrediente ficaram muito más!! Mas aprendi a fazer e acima de tudo a confeccionar as folhas de gelatina e tenho vindo a melhorar :-)

Cá em casa suspiravam desejos de um cheesecake, tanto pediram que eu fiz!! Sou um coração mole :-)



Ingredientes:

Base:

150 gr bolacha torrada
50 gr corn flakes (opcional)
100 gr margarina líquida Vaqueiro


Recheio:

250 gr água
1 saqueta de gelatina de Mirtilo (podem variar o sabor ao vosso gosto)
5 folhas de gelatina (das pequenas)
4 embalagens de queijo fresco de barrar Cool Natural da Queijo Saloio
1 pacote de natas
40 gr açúcar

Doce de Tomate, ou outro a gosto (usei caseiro)




Preparação:

Num tachinho colocamos as folhas de gelatina partidas em pedaços e cobrimos com água.

No copo da Bimby colocamos as bolachas e os corn flakes e tritura-se 5 seg/vel 10
Juntamos a manteiga e bate-se 5 seg/vel 5

Numa forma de aro amovível, usei com 26 cm de diâmetro, colocamos a mistura anterior no fundo. Com a mão ou uma colher, espalhamos e calcamos bem. Reserve no frigorífico.


No copo da Bimby colocamos a água e programamos 5 min/100º/vel 1
Entretanto as folhas de gelatina já deverão estar hidratadas, levamos ao lume, apenas para que dissolvam, não deve ferver. Reserve.

Quando terminar o tempo da Bimby, junta-se a gelatina em pó, as folhas de gelatina (já hidratadas), o queijo, as natas e o açúcar. Tritura-se tudo por 25 seg/vel 5

Retira-se a forma do frigorífico e deitamos o preparado anterior por cima da bolacha e leva-se ao frigorífico até que fique bem firme. Cerca de 4h.



No momento de servir, ou um pouco antes, colocamos a cobertura, eu tinha Doce de Tomate que fiz e foi o que usei.





Para desenformar, retirei do frigorífico e deixei estar uns minutos antes de abrir a mola da forma.
Ficou impecável, correu bem, pelo menos desta vez :-))







segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

Desafio "A Gelateria em sua casa" ♡ Queques de coco recheados com Carte D'Or Creme Caramelo



Aceitei o desafio da Carte D'Or para preparar uma receita que contivesse o meu sabor preferido de gelado Carte D'Or!

A escolha não foi fácil porque a gama de gelados é muito variada e são praticamente todos ao gosto cá em casa. Mas tinha que escolher um e escolhi o Creme Caramelo.


Com as formas dos queques que recebi, fiz isso mesmo: Queques!
Recheados com gelado, porque não??  ;-)




Vamos à receita!


Para 14 queques de Côco:

Ingredientes:

3 ovos
180 gr mel
120 gr de margarina líquida Vaqueiro
200 gr côco ralado
1 colher de chá de canela em pó
40 gr de farinha de arroz Espiga
1 colher de chá de fermento em pó

1 embalagem de gelado Carte D'Or, com o sabor ao vosso gosto. Eu escolhi o Creme Caramelo.



Preparação:

Ligar o forno a 180ºC.

No copo da Bimby juntamos: ovos, mel e margarina. Bate-se 4 min/37ºC/vel 3,5
De seguida colocamos: o côco, a canela, a farinha e o fermento. Mistura-se 10 seg/vel 3

Em formas de queques, colocamos a massa, um pouco acima de metade e leva-se ao forno durante 25 minutos.

Deixe arrefecer totalmente e desenforme.


Corte o topo do queque e reserve a parte de cima.
Na base, coloca-se uma bola de gelado, cobre-se com a parte de cima do queque e saboreia-se :-)



Se forem muito gulosos, experimentem colocar um pouco de topping de caramelo;-)


 


quinta-feira, 16 de Outubro de 2014

Pão de mistura



Hoje é celebrado o Dia Mundial do Pão, bem como o Dia Mundial da Alimentação e imaginem só, até parece que é prospositado, é também o Dia Mundial da Coluna e hoje até fui ao Ortopedista!!

Se antigamente fazer pão era um processo longo e até com um certo ritual, hoje em dia temos outras formas mais rápidas de o fazer. Claro que amassar pão à moda antiga e cozê-lo num forno de lenha é outra qualidade, mas cada um coze e amassa com o que tem e como não tenho (ainda!) forno de lenha cozo no forno elétrico ou na Actifry, como foi o caso deste.



O pão mais escuro é Integral, fiz esta receita, mas só com farinha Integral e o outro a receita é esta:



Ingredientes:

300gr de água
1 colher de chá com sal
30gr de azeite
1 saqueta de fermento seco

250 gr de farinha de centeio
200 gr de farinha de trigo Tipo 65




Preparação:

Bimby Thermomix 

No copo da bimby colocamos a água, o sal, e o azeite.
Programa-se 2 min/37º C/vel 2.
Juntamos de seguida as farinhas e a saqueta do fermento.
Programa-se 6 seg/vel 6 e de seguida 2 min/vel espiga.


Se a massa estiver muito seca, junte mais um pouco de água.
Se pelo contrário ficar muito mole e a pegar-se aos dedos, junte mais farinha. 


Ficou um pão muito macio e fofinho, os miúdos adoraram! 
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...